Saia dos vampiros

Pocket Book

Pocket Book

É a segunda vez que me esforço para escrever sobre livros aqui no blog. Primeiro queria realmente me desculpar pela demora absurdamente longa que tive para postar essa nova “matéria”, mas me parece que, como o blog era um projeto de faculdade, por eu já ter recebido a nota (um belo de um 9, diga-se de passagem), acabo tendo uma preguiça maior para me focar nisso. E como agora eu estou com mais preguiça de trabalhar do que escrever, então resolvi postar.

Chega de delongas, dessa vez vou falar de seres místicos (ou nem tanto). Todo mundo já deve estar farto de escutar sobre vampiros, Twilight, Eclipse, Vampire Diaries, etc, etc, etc. Por isso mesmo vou sair dos vampiros (que confesso que amo muito) e entrar nos lobisomens.

Pasme, existe vida além de Jacob e ela se chama Elena Michaels.

Elena é a única lobisomem (ou devo dizer lobsmulher? Horrível) existente nos livros de Kelley Armstrong, uma escritora canadense que apareceu em minha vida no final de 2008.

A personagem é protagonista da série de pocket books, Women of the Otherworld. Metade dos livros da série é sobre bruxaria e outra metade sobre os lobos. Confesso que só li o primeiro da série de lobos, chamado Bitten, por isso vou me focar somente nele para não falar besteira.

Elena Michaels é uma jovem loba cansada do que é, principalmente por ter sido transformada sem ela querer ou sem ela saber que existiam lobisomens. O homem que a transformou chama-se Clayton Danvers, um lobo que foi transformado logo cedo e que só sobreviveu por ser incrivelmente forte e decidido. Um dia Danvers de apaixona por Elena, a humana legal. E um dia Danvers resolve morder Elena, sendo que ele sabia que nenhuma mulher sobrevive a transformação de humano para lobisomem.

Desde então Elena e Clayton vivem em uma relação de amor, ódio e sexo selvagem. O que torna a história ainda mais divertida. Cada lobo tem um ponto principal que o torna fundamental para a equipe, no caso de Elena é a sua capacidade para localização. A personagem por muito tempo aceitou essa função, mesmo a odiando, até que um dia não aguentou mais e resolveu sair do lugar onde todos os lobos vivem felizes e contentes e sexualmente tarados pela única loba do pedaço.

É ai que ela resolve morar em Toronto, uma cidade civilizada onde humanos vivem sem saber que lobos, vampiros ou qualquer outro ser do tipo exista. Ela até tenta entrar em um relacionamento, mas a coisa nunca é real e o pior momento é quando Elena precisa caçar, explorar seu lado lobo. Kelley narra de um jeito a transformação que me deixava um pouco arrepiada e com dor, não parecia algo tão simples e agradável que vemos em filmes por ai.

Quando ela pensava que a “família canina” dela tinha finalmente parado de a procurar, uma série de assassinatos começam a acontecer na cidade e ela é obrigada a voltar para onde não nem pensava em voltar. Enquanto ela entra em um clima de mau humor e “o que diabos eu to fazendo aqui de volta”, o resto dos lobos comemoram a volta da “irmã” par o seio da família. Não é de se espantar que o mais feliz nessa história seja Danvers, que começa a tentar de diversas formas diferentes como reconquistar Elena e mostrar a ela que eles foram feitos um para o outro. Uma dessas tentativas é um sexo selvagem no mato com ele a prendendo pelos braços e a torturando sexualmente. Nem sei porque esse trecho do livro marcou a minha mente, viu?!

A partir de então a história se move de acordo com as mortes, que fazem que a paz dos lobos seja cada vez mais destruída. Aparentemente são os “membros da oposição” querendo dominar tudo. Elena mesmo não se aceitando e não aceitando os outros, não consegue negar que, de algum modo, aquela pseudo-liberdade lhe faz bem e que caçar e perseguir são coisas feitas para ela. Isso a faz esquecer que tinha deixado um namorado, uma família e um trabalho em Toronto.

Sobre características do livro, ele é curto e é pocket e só tem um livro da série toda com tradução para português, por sorte é o Bitten, que no tupiniquim se tornou Fome de Loba (horrível título), de 391 páginas, R$ 54,90 na Saraiva, mas que em inglês, para quem manja da língua, custa R$ 17,70.

Quer ler o livro? Baixe no 4Shared

Conheça o site da autora

~ por Juliana em junho 14, 2010.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: