O Tigre Branco – Qual é a verdadeira Índia?

O Tigre Branco

O jornalista e escritor Aravind Adiga é um indiano que fugiu dos clichês básicos de seu país. Em seu livro, lançado em 2008, ele apresenta tudo que você viu durante quase um ano de novela das oito (espero que não tenha visto muito) ao contrário.

O humor do O Tigre Branco é incomum, irônico e maldoso, começando pela ironia de colocar um indiano basicamente sem educação – esperto, muito esperto, mas com somente cinco anos de educação escolar – enviando cartas para o primeiro ministro chinês que vem visitar a Índia. O Tigre Branco, ou Balram Halwai, começa suas cartas sem respostas falando todos os pontos engraçados e trágicos da Índia, fazendo sua própria vida se tornar um tour pelo país.

Quem lê não sabe se fica enjoado ou se começa a gargalhar, pretendo colocar aqui alguns trechos, como a parte que o personagem explica sobre a diferença da democracia de seu país com a da China falando o seguinte:

“Pelo que pude perceber, vocês, homens de pele amarela, apesar de seus sucessos em termos de esgoto, água potável e medalhas olímpicas, ainda não têm democracia. Alguns políticos diziam, no rádio, que é por isso que nós, indianos, vamos levar a melhor sobre vocês: podemos não ter rede de esgoto, água potável, nem medalhas de ouro olímpicas, mas temos democracia.”

Sei que algumas pessoas podem pensar que, por ser em primeira pessoa e sem um diálogo propriamente dito, o livro possa parecer cansativo e o assunto, mesmo que escrito de uma maneira diferente, já é passado, mas, peço para esses que pensem um pouco mais, vou lhes dar uma última chance para mudar de ideia com mais um trecho do livro.

Sempre imaginei o quê as pessoas pensavam sobre o Ganges, o que mais me chocava era a fé dos indianos, porque em um lugar como o Ganges, só com fé mesmo para tomar banho neste rio e não sair cheio de doenças e com somente 10 minutos de vida, e, nesse sentido, o que mais me surpreendeu neste livro é que pela primeira vez na minha vida vejo alguém falando a verdade sobre o rio e é ainda melhor por ser um indiano a falar isso:

“Um dado importante sobre a Índia é que podemos pegar praticamente qualquer coisa que o primeiro-ministro diga a respeito do país, invertê-la e, assim, teremos a verdade. Ora, V. Ex.ª deve ter ouvido o Ganges ser chamado de rio da emancipação. Centenas de turistas americanos vêm aqui anualmente para tirar fotos de sadhus inteiramente despidos, em Hardwar ou em Benares. E nosso primeiro-ministro não hesitaria em descrever o rio desta forma e dizer que V. Ex.ª precisa mergulhar em suas águas.

Não faça isso, Mr. Jiabao! Não mergulhe no Ganges, a menos que queira ficar com a boca cheia de fezes, de palha, de parte de corpos humanos encharcadas, de búfalos em decomposição, além de sete tipos diferentesde ácidos industriais.”

Se isso ainda não convenceu a todos que este livro é um dos melhores sobre o assunto e que o autor realmente mereceu o prêmio Man Booker Prize, não tenho mais nada a dizer além de leiam, leiam pelo desfrute do olhar estrangeiro e pela originalidade perigosa desse ácido humorístico.

Quer ler um trecho do livro? Clique aqui!

Dê uma olhada no site oficial do livro.

About these ads

~ por Juliana em maio 26, 2010.

Uma resposta to “O Tigre Branco – Qual é a verdadeira Índia?”

  1. Valeu a dica. Vou dar uma conferida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: